quinta-feira, 30 de maio de 2013

1º EM :: Durkheim III - Tipos de Fatos Sociais

Bom, agora que vocês já sabem como caracterizar um fato social, podemos passar pra próxima fase! :) Brincadeiras à parte, o Durkheim faz uma reflexão sobre fatos sociais "normais" e "patológicos". Ele parte de um modelo que chamamos de modelo orgânico de sociedade. Quer dizer, ele compara a sociedade a um organismo vivo. Sendo assim, alguns fatos sociais seriam parte do funcionamento desse sistema, enquanto outros seriam problemáticos, causando graves distúrbios no funcionamento (assim como uma doença ou patologia, daí o nome de "patológicos").

Para Durkheim, uma maneira de avaliar se um fato social é normal ou patológico é comparar sua existência em diversas sociedades. Para isso, é preciso, porém, saber quais sociedades são "comparáveis" e quais não são, entre si. Ele, que assume um posicionamento positivista, diz que só podemos comparar sociedades que estejam no mesmo "estágio de desenvolvimento". Pensando de outra maneira, podemos dizer que só é possível comparar sociedades que seja estruturalmente parecidas. Não daria pra compararmos, por exemplo, uma sociedade como a nossa com uma sociedade sem Estado, que é uma figural estrutural central para nós.

Então, quando comparamos sociedades estruturalmete semelhantes, e alguns fatos sociais se repetem, temos a indicação de que estes são fatos sociais "normais", que fazem parte do próprio funcionamento desse sistema. Se encontrarmos, porém, fatos sociais que só existem em uma sociedade entre várias comparáveis, podemos considerá-los como "patológicos". Sua presença seria uma "exceção", mostrando que aquele fato social "patológico" não faz parte do funcionamento do sistema (senão, sociedades parecidas apresentariam o mesmo fato social, já que apresentariam também o mesmo sistema).

Numa sociedade globalizada como a nossa, em que há trocas culturais intensas o tempo todo, de maneira extremamente dinâmica, é difícil pensarmos as sociedades como sendo "isoladas" umas das outras. É difícil, então, encontrarmos fatos sociais "patológicos". Se tentarmos aplicar a ideia de Durkheim para os dias de hoje, provavelmente só encontraremos evidências de "fatos sociais normais", salvo algumas raras exceções.

Um exemplo interessante (embora relativo) é a corrupção. Se pegarmos dados de diversos países capitalistas ocidentais, que se organizam por meio do Estado democrático de direito, veremos que a corrupção é presente em todos eles, ainda que de diferentes maneiras. Assim, poderíamos considerá-la um fato social normal. Por outro lado, a ausência quase total de corrupção poderia ser tratada como um "fato social patológico", pois acontece apenas em um ou dois contextos nacionais atuais, se muito.

6 comentários:

Samira disse...

Marília, eu resolvi relacionar o filme "Garota Interrompida" com o conceito de fato social normal, de acordo com o exemplo q vc fez em sala sobre o filme "Bicho de sete cabeças"..lá vai:
O filme "Garota Interrompida" pode ser relacionado ao conceito de fato social normal elaborado por Durkhein, já que, no filme, somos apresentados ao consumo recreativo de drogas, o que é externo(a pessoa aprende a usar drogas), pré-existente( a prática já existia antes da pessoa nascer), coletivo (muitas pessoas além dela usam drogas) e coercitivo(?) -justificativas de ser fato social; também faz parte da estrutura e do funcionamento da sociedade, ou seja, não causa distúrbio no sistema, é o próprio funcionamento do sistema, existe em várias sociedades que estão no mesmo estágio evolutivo- justificativas para esse fato social ser normal.
Então, o que vc achou, Ma? (:

Marília Moschkovich disse...

Oi, querida. O raciocínio está correto, mas precisa melhorar sua resposta um pouquinho. Pra fazer isso, tente usar exemplos diretos do filme nesses parênteses. Que pessoa? Como eu sei que você viu o filme? ;)

Encontrar uma forma de exemplificar a coersão social no filme também é importante.

Além disso, esse final está extremamente confuso, vc precisa reescrever usando suas próprias palavras. ("-justificativas de ser fato social; também faz parte da estrutura e do funcionamento da sociedade, ou seja, não causa distúrbio no sistema, é o próprio funcionamento do sistema, existe em várias sociedades que estão no mesmo estágio evolutivo- justificativas para esse fato social ser normal.")


Samira disse...

Hmm.. certo, assim?
O filme "Garota Interrompida" pode ser relacionado ao conceito de fato social normal elaborado por Durkhein, já que, no filme, somos apresentados ao consumo recreativo de drogas por uma jovem, Susanna,que como "fuga" de sua percepção da realidade (considerada depressiva e depois diagnosticada como síndrome de boderline), consome 'aspirinas', drogas. Este fato pode ser primeiramente ser considerado social pois:é externo(Susanna aprendeu a usar drogas), é pré-existente(a prática já existia antes dela nascer e começar a praticar),é coletivo (muitos outros jovens além dela usavam drogas para o mesmo fim) e coercitivo(não sei pq..me explica?);e além de ser fato social, também pode ser considerado normal, já que por volta de 1999 passou a fazer parte da estrutura e do funcionamento da sociedade, ou seja,a sociedade não passour a se comportar de outro modo por causa dessa prática, pois a prática acabou se tornando tão inserida que explicou o próprio modo como tal sociedade se comporta, além de que existe em várias sociedades que estão no mesmo estágio evolutivo.
(:

Marília Moschkovich disse...

Está quase perfeito!!! :) Muito boa a sua relação, de verdade!!! Que orgulho! :D

Coercitivo, quer dizer que existe alguma espécie de "força" na sociedade que a faz fazer aquilo. Uma explicação possível é que há uma pressão da sociedade para que todo mundo seja feliz o tempo todo, e ela só conseguiria isso usando drogas, porque está depressiva... :) Sacou?

Eu só não consegui entender isso aqui: " já que por volta de 1999 passou a fazer parte da estrutura e do funcionamento da sociedade"

O que passou a fazer parte da estrutura em 1999??? o.O

Samira disse...

obrigada (: haha
aaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa, entendiiiiiiiiiiiiiii!
aa,o uso de drogas recreativo, como o do filme..tá certo? haha

Samira disse...

Ma, muuuuuito obrigada pela ajuda, valeu mesmo! ((:

Postar um comentário

Enviem suas dúvidas!

Está estudando e não entendeu? Alguma dificuldade?

Dúvidas e perguntas respondidas!

 
;